Tag Archives: Comunicação Social

Distante aproximação – Texto de Gabriel Jorge – Aluno de Comunicação Social/Fatea-Lorena

6 jun

Gabriel

Com as novas estruturas tecnológicas de relacionamento interpessoal, vê-se que atualmente há mais contato impessoal do que físico. As redes sociais, como supostos vilões, estimulam a diminuição do físico em função do virtual e o rompimento das barreiras de comunicação proporcionam inúmeras experiências e conquista de conhecimento. Logo, não condiz atribuir negatividade a esta nova organização, pois possibilita evolução à sociedade.
Estar conectado “vinte quatro horas por dia”, tornou-se um novo estilo de vida. Ferramentas como Facebook, Twitter e Instagram envolvem aqueles que lhes aceitam, tornando-se parte de suas vidas. A partir dessa abertura foi lhes retribuído novas possibilidades de oportunidades e de relacionamento, principalmente com os que compartilham dos mesmos pensamentos.
O propiciar da evolução gerou um novo anseio por caminhos e contatos. O limite já não está mais tão perto e chegar ao nosso objetivo possui diversos meios que cabe a nós buscar. Nos novos caminhos ali encontrados conseguiu-se disseminar uma vasta gama de cultura e ideologias, o isolar tornou-se quase raridade e o conhecer nunca foi tão exaltado.
Embora haja pessoas que digam que estas novas formas de relacionamento desumanize as pessoas e as torne frias emocionalmente, ainda sim há de se concordar que as pessoas estão mais próximas. O principal é que são novos modos de se observar e de contextualizar. Em uma situação posso tanto me encantar com a “moça do corpo dourado” do saudoso Tom Jobim, quanto ser seduzido pela mulher de pele gelada e cabelos de fogo. Ou seja, não quer dizer que tudo que é novo ou inovador seja ruim ou pejorativo.
Em suma, todos os pontos de vista podem ser considerados, mas os benefícios que tal aproximação produz, sobressai a todos os questionamentos. A evolução vem sobre a aquisição de conhecimento e este novo mecanismo vem nos proporcionar isso, evoluir. Renegar esses conteúdos para evolução seria como rejeitar comida quando se está faminto, ou seja, pura ignorância.

Sentimento avassalador – Diego Gonçalves ( aluno do 1º ano de RTVI da Fatea-Lorena)

9 out

 

Diego

A doce sensação de estar feliz,

Traz de um modo especial a inspiração,

Que me faz escrever com traços de um aprendiz,

E a verdade de um sábio ancião.

Escrevo, pois a tristeza se ausenta.

E nos dias límpidos, com o céu azul,

O amor puro se apresenta,

Fazendo-me vivenciar o incomum.

As palavras nascem da minha alma,

Silenciosas e na maioria das vezes sem nexo.

Posto-me diante da natureza calma,

E vejo no rio brando o meu reflexo.

Várias coisas podem traduzir minha felicidade.

O meu espírito canta a canção do amor.

Mas um motivo em especial aprimora minha habilidade,

De sentir o real perfume da flor.

Minha querida, quando penso em ti,

Tudo a minha volta se transforma.

A intensa paixão me faz senti-la aqui,

E o medo do silêncio já não me transtorna.

A tranquilidade do ambiente,

Invade definitivamente o meu peito.

Até a tempestade se torna atraente,

Pois tua existência conforta-me no meu leito.

Inevitavelmente o temor da perda anda ao meu lado,

Mesmo que nossas bocas não tenham se beijado,

Mesmo que nossas peles não tenham se arrepiado,

Mesmo que nossos corpos nunca tenham se tocado.

A saudade que sinto da tua presença,

É consequência do teu encanto.

O sentimento que agora se apresenta,

Anula toda a negatividade do meu pranto.

Agora entendo o sentimento avassalador.

Compreendo a luz que irradia do meu ser.

O destino quer me mostrar o mesmo amor,

Que em outras vidas foi capaz de transcender.