Tag Archives: 2012

2012

11 jan

A conversa do momento é que em 2012 o mundo vai acabar. O Calendário Maia, criado pelas civilizações pré-colombianas, acaba nesta data. Por isso, toda a balbúrdia em torno do fim dos tempos. Eu acredito que tudo isso seja balela, pois todas as previsões a respeito deram com os burros n’água. Até previsão do tempo dá errado, mesmo com as tecnologias modernas. Final de semana era para chover em Ubatuba dia e noite sem parar. Pegamos sol de torrar a moleira. O que dizer dos registros dos povos antigos!

Mas, e se… e se o presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, que é louco de pedra, de se amarrar com corrente, fizer uma gracinha com uma bomba nuclear? As bombas já estão em fase de testes. E se surgir outro terrorista agora com uma arma biológica? E se as economias dos Estados Unidos e da Europa entrarem em recessão?

É de se pensar nesses casos. O primeiro é mais provável, pois o presidente-ditador do Irã é daqueles para os quais os pesadelos mais terríveis são sonhos singelos.

E o Vale do Paraíba? Está um caos só, com exceção de algumas cidades como Resende, Volta Redonda e Barra Mansa que prosperam. São José dos Campos, a cidade mais rica da região, apresentou um dos menores índices de empregabilidade do país; Taubaté é um poço de corrupção – superfaturam até na compra de livros didáticos e ovos; Lorena tem corrupção somada às acusações de pedofilia; Ubatuba está um caos, ruas esburacadas e falta de saneamento básico (ainda!!!); em Cruzeiro os políticos adoram o programa Topa Tudo por Dinheiro, no qual gente sem talento ganha um troquinho para fazer bobagens.

Qual seria o significado de fim do mundo? Pode ser filosófico, religioso… As pessoas e coisas estão muito mudadas. Nada contra, mas o feminino está se tornando mais masculino e vice-versa. Hoje, levantam-se bandeiras como liberação do uso de drogas, em especial a maconha; alunos (futuro do país??) invadindo universidade para conter o poder do Estado para fumarem uma ervinha proibida sem serem atormentados; clonagem; alimentos transgênicos; Hugo Chávez, Evo Morales, Mahmoud Ahmadinejad…; o Brasil é a sexta potência mundial e milhões vivem na pobreza extrema.

2012 tem tudo para ser um ano muito bom, mas grandes motivos para ser um desastre. E todos os casos dependem somente de seres humanos para o sucesso ou para o infortúnio. Apenas dos seres humanos, passíveis de acertos louváveis e de erros absurdos. Por isso, precisamos cuidar de nós mesmos. Não só pagando impostos (exorbitantes, diga-se de passagem), mas cobrando também. Cobrando pelo voto, principalmente. É salutar a necessidade de limparmos nossas cidades dos políticos festeiros, egocêntricos, mitomaníacos, megalomaníacos, corruptos. Fazendo a nossa parte por aqui, daremos o exemplo para a região, Estado e, por que não dizer, mundo. Devemos ser modelos, não marionetes.

Feliz 2012 a você! Desejo que você pense. E só.

Anúncios