O “Baixinho” deu de bico – Texto escrito por Pedro Lorena – RTVI/Fatea-Lorena/SP

8 maio

Pedro1

No mês de março, o Deputado Federal Romário, ex-jogador e ídolo da nação brasileira pelos seus golaços de bico, fez uma declaração que abalou o coração do presidente da Federação Paulista de Futebol e vice-presidente da Confederação Brasileira de Futebol, Marco Polo del Nero. Anunciou que existe um grupo de dirigentes de clubes de futebol que mereciam 100 anos de prisão. Pois é, o baixinho disse e foi processado. Dessa vez, ele não trocou os pés pela cabeça nem confundiu o gogó da menina. O STJ analisou e não configurou crime com dolo específico.

Por meio desta simplória acusação feita por “Nero”, devíamos parar para pensar. O fato foi que o vice-presidente se sentiu incriminado com o discurso do deputado federal. O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pronunciou sobre o assunto caso houvesse pretensão de ofensa ao dirigente “a fala teria sido mais direta, de foco mais fechado e, sobretudo, ainda mais rude“. Assim sendo a intenção do Deputado que “era formular crítica ampla, horizontal, às vicissitudes da gestão do futebol brasileiro e sul-americana, que ele genuinamente reputa genericamente desonesta”. E o que nós brasileiros achamos rude conosco mesmo?

Infelizmente na política nacional há um descumprimento com o favelado e as classes inferiores. Em uma entrevista cedida à revista VEJA, Romário disse: ”De fora, todo mundo acha que lá no alto está a nata da nata, mas isso é balela. O que mais tem no andar de cima é gente que não se coça para nada, quando não sai por aí se metendo em pilantragem”. Não é mesmo Romário?

Se existem tantos “atoas” no alto da corte, de onde é que vêm as pulgas que incomodam a sociedade? Relevar o que o Deputado disse, seria mesmo necessário? Precisaria realmente criar alvoroços para tal banalidade? Ou talvez criar problema em cima de problema faz a população esquecer-se do princípio básico? Lutar pela nação, não pelos gostos sutis e egoístas de cada “mandachuva”.

Finalizo meu texto, refletindo com o seguinte ditado popular e o bordão de Galvão Bueno, “se a carapuça servir” ”Haaaaaaaja coração, foi dele, foi dele, foi dele, foi dele, foi dele…”.

Uma resposta to “O “Baixinho” deu de bico – Texto escrito por Pedro Lorena – RTVI/Fatea-Lorena/SP”

  1. pedrohlorena julho 10, 2014 às 3:28 pm #

    Republicou isso em És carne textuale comentado:
    Texto publicado no blog do Professor Miguel Junior.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: