Eu queria ser um super-herói

13 nov

liga-da-justica-5-herois-1

Sou fascinado por super-heróis e vilões. Desde a mais nobre essência artística da criação até as transformações que ocorrem com o tempo. Creio não existir uma única pessoa que nunca tenha se visto na pele de um ser com superpoderes. Crescemos assim, acreditando que o bem e o mal vivem juntos e são necessários para cobrir as lacunas da nossa existência. Essa visão maniqueísta nos é apresentada desde que começamos a nos formar como pessoas. Quando crianças, precisamos ser bons, pois o bicho-papão pode vir nos pegar. A Igreja prega o conflito constante entre Deus e o Diabo etc. Assim, grande parte da nossa capacidade de pensar converge nessa visão antagônica de qual caminho seguir.

            Inúmeros super-heróis nos abastecem com histórias lúdicas. Podemos vivê-las, imaginando quem gostaríamos de ser. O maior criador desses tipos de personagens é Stan Lee. Nascido em Nova Iorque em 1922, criou os principais personagens da Marvel Comics, transformando-a na maior empresa do ramo no planeta. Sua concorrente direta é a DC Comics.

            Lee criou personagens mais complexos, cômicos e humanos. Desses que somam seus poderes aos problemas diários, como precisar pagar uma conta e não ter o dinheiro para isso. Algumas de suas criações são: Homem-Aranha, Quarteto Fantástico, Incrível Hulk, X-Men, Homem de Ferro, Demolidor etc.

            Reverencio o criador e as criaturas, pois quem não gostaria de ter uma armadura de ferro (na realidade titânio) ou uma força que lhe oferecesse a capacidade de ser indestrutível?

            Confesso que preferiria o poder do professor Xavier, evidentemente longe da cadeira de rodas. Imagine-se com o poder de mudar o mundo com a força do pensamento. Não há outro herói que possa derrotá-lo. Além disso, quantas coisas maravilhosas poderíamos fazer, como acabar com uma guerra?!

            O objetivo principal de se criar um herói é fazer com que o ser humano comum tenha a lacuna da impotência ou da incapacidade preenchida. Tudo o que não conseguimos fazer, eles conseguem com facilidade. E nem por isso deixamos de ser heróis do dia-a-dia. Cuidar da família, trabalhar duro para o sustento, pagar impostos… Haja poder para tudo isso. Queria ver se o Homem de Ferro conseguiria ministrar 14 aulas num dia ou se o Batman teria a capacidade de permanecer acordado por toda a noite preparando provas ou aulas. Cada um como seu superpoder.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: