Ineficiência enraizada

23 maio

             Nada que é público no Brasil funciona com deveria. Estou desiludido com a capacidade que os governantes desse país têm de desonrar tudo por onde passam e comandam. Sexta potência mundial? De que vale esse título se nem os bens mais preciosos o povo consegue ter?

            Exemplos: O Metrô de São Paulo era considerado o melhor do mundo até há pouco tempo. Hoje, começa a sentir o peso do caos caindo em suas costas. Passageiros em demasia, veículos de menos; o departamento técnico já começa a apontar falhas, como o choque entre dois trens, algo que não ocorria há 38 anos. Além da greve e falta de segurança.

            Os Correios chegaram a ser a empresa de postagem mais eficiente do mundo no final da década de 90. Hoje, os atrasos nas correspondências, extravios e atendimentos demorados e ineficientes levam a instituição ao regresso.

            A principal rodovia brasileira, a Presidente Dutra, que liga as duas capitais mais importantes, em sua grande parte só apresenta duas pistas por mão, algo inconcebível num país cujo principal meio de transporte de cargas é o rodoviário. Daqui a uns 10 anos, provavelmente, se nenhuma ampliação for realizada, será impossível trafegar numa velocidade condizente.

            A internet banda larga é uma das piores no mundo no quesito transmissão de dados. Em contrapartida, é muito cara. Mais cara que em muitos países europeus, que aliás, é oferecida de forma gratuita. Pagamos caro por um serviço ineficiente.

            Apesar dos maciços investimentos, a educação oferecida é um lixo. Escolas públicas, em sua grande maioria, fingem que ensinam e os alunos fingem que aprendem. Um verdadeiro abismo entre os países-referência e o nosso. Vide o fato do absurdo aplicado ao brasileiro, que não sabe interpretar a própria língua.

            Uma vergonha é a saúde pública. Se antes era ruim, parece que piora com o tempo. Quanto mais se investe, pior fica. Creio que o problema central, principalmente da saúde e da educação, é a falta de gestores competentes, capazes de mudar o panorama para melhor em médio prazo.

            Outro setor ineficiente é o político. A ONG Transparência Brasil publicou levantamentos nos quais 90% dos projetos dos nossos parlamentares, principalmente os vereadores, são irrelevantes, como nome de ruas, votos de aplauso etc. Não bastasse isso, ainda muitas cidades aumentarão o número de parlamentares na próxima eleição. Gastos excessivos, capacidade de menos.

            Tudo isso é fruto da nossa ignorância e inércia em mantermo-nos calados frente às mazelas que por aqui acontecem. Protesta-se por liberação da maconha, Igreja contra aborto, mas nunca vi ninguém, a não ser essa multidão de sindicatos ineficientes clamando por aumento de salário e só. Não creio mais que, ainda que eu esteja vivo, possa ver mudanças significativas para melhor. E assim vamos pagando um mundo de impostos por nada.

Uma resposta to “Ineficiência enraizada”

  1. Mariana Christiano maio 23, 2012 às 6:14 pm #

    Fica difícil crescer. O país não consegue nem oferecer os serviços básicos para a população.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: