Santa Casa de Cruzeiro na UTI?

29 mar

          Em todas as eleições, parece-me que todo o falatório é o mesmo. Educação, saúde, segurança, melhores salários, infraestrutura, moradia etc, etc, etc. Os eleitores, claro que nem todos, muitas vezes não conseguem discernir entre o candidato mentiroso, falastrão e o que realmente quer fazer algo.

            Cruzeiro passa por uma das maiores crises da sua história. Nunca antes sofreu tanto com as condições de saúde oferecidas pelo Poder Público. Algo de muito terrível acontece com a nossa Santa Casa.

            Seu primeiro registro completa quase 100 anos de idade. Ela serviu milhares de pessoas em toda a sua existência. A primeira mesa administrativa foi constituída em 04 de abril de 1926 e o major Hermógenes de Azevedo Souza inaugurou os trabalhos. Oficialmente, em 15 de agosto de 1926, junto ao referido major, o vigário local, autoridades do município e da vizinhança abriram os atendimentos.

            Hoje, oferece 158 leitos para internação hospitalar, 442 colaboradores e 88 médicos. Tudo isso para uma área populacional de 128 mil habitantes, entre atendimentos de urgência e emergência. Das 7.336 internações, 5.267 foram realizadas pelo SUS, correspondendo a 72% do total de 2011.

            O povo de Cruzeiro e região precisa muito dela, principalmente os mais carentes, já que a grande maioria necessita dos serviços do Sistema Único de Saúde (SUS).

           Nos últimos dias, o principal assunto da cidade e região foi a possível falência dessa instituição filantrópica. Depois de tantos anos, cogita-se o fechamento de suas portas. Ao que parece, alguns atendimentos foram interrompidos. A Unidade de Terapia Intensiva (UTI) não aceitaria mais pacientes e só casos de extrema emergência estão sendo atendidos. Médicos supostamente não recebem salário há, aproximadamente, três meses. A vida não vale nada para determinados políticos.

            A dívida da Santa Casa com os bancos, especificada, é a seguinte: Cheque especial: R$ 356 mil; conta garantida: R$ 520 mil; receita: R$ 1.280 milhão; despesa:  R$ 1.550 milhão; pessoal: R$ 900 mil; medicamentos e materiais: R$ 300 mil; médicos e terceiros: R$ 310 mil; financeiro: R$ 70 mil; dívidas a curto prazo: R$ 8 milhões;  dívidas a longo prazo: R$ 4 milhões.

             É claro que esses valores absurdos da dívida se arrastam há anos, mas hoje é que se nota um tremendo descaso com a saúde pública. Não se trata apenas de Cruzeiro. Como esta cidade atende algumas outras menores da região, muita gente teria começado a sofrer as consequências.

              Nada é mais precioso do que a saúde. Com ela, podemos viver bem, ter educação, compartilhar coisas boas… ser felizes. Pena que nossos políticos não dão valor a NOSSA saúde. Para eles, a saúde é só mais uma tal. Como se fosse menos importante que as falcatruas corriqueiras. É necessário muito trabalho para tirar a Santa Casa da UTI. Quem seria capaz?

4 Respostas to “Santa Casa de Cruzeiro na UTI?”

  1. Matheus março 29, 2012 às 1:36 am #

    Apoio totalmente seu post caro colega Miguel, precisamos sim correr atrás e resgatar a nossa SAÚDE, fato de extrema importância que se encontra em descaso por parte da política, esqueceram que é uma instituição filantrópica e não uma máquina de lavagem de dinheiro e sujeiras de baixo do tapede, para todo político desfrutar. Carecemos sim de ajuda pois qualquer um de nós ou parentes iremos ser atendidos lá. Saúde e educação SÃO FATORES OBRIGATÓRIOS e não caridade, todos nós temos direito, e agora que é ano político vamos ver se pelo menos eles trabalham.
    Abraços

  2. João Bosco Prudente março 29, 2012 às 10:13 am #

    Para se ter uma idéia do tamanho da irresponsabilidade dos administradores do Santa Casa – mesa diretora – o Hospital de Clinicas e o Hospital Universitário de Taubaté juntos tem uma divida de 3 milhões de reais. Dois Hospitais com no mínimo o triplo de atendimentos e com um terço da divida. Algo incompreensível.

  3. PEDRO EMILIO MAY abril 8, 2012 às 8:11 pm #

    Sem dúvida, o vosso comentário como outros fatos dos quais tenho conhecimento, não irão depender apenas de nossa opinião, se bem que todas são necessárias. Como a Santa Casa recebe dinheiro público, torna-se necessário saber de como o mesmo está sendo gasto, bem como de valores pendendes não recebidos que estão a piorar a presente situação. Acho que seria uma questão de intervenção do Ministério Público, pois culpar este ou aquele governo, em uma fase política, torna duvidosa qualquer opinião, mesmo que meritória e verdadeira. É, com todo o respeito, toda informação da municipalidade. – Verdade? Mentira? – O fato deve ser analisado e por auditoria constatar, sem demagogias ou falsas conclusões, qual é a real situação e se puder apontar formas de serem solucionadas para evitar o caos. Qualquer campanha que se faça, será sempre benvinda, mas quem estaria administrando o seus resultados e eventuais valores recebidos e como estão sendo ou não contabilizados. PEDROMAY

  4. Luiz Carlos de Castr (@lcarloscastro48) maio 7, 2012 às 7:48 pm #

    , as dificuldades que vocês tem nos em Mogi das Cruze também temos é caos na saúde causado pala má gestão desses governos do PSDB . São Paulo virou uma bagunça total , isto por falta de comando . Um braço ao DR Luiz Roberto Lacaz , do amigo Luiz Carlos de Castro (cunhado da Dirce ) tel 011-47229251 email , lccastro48@gmail.com

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: